quinta-feira, 8 de maio de 2008

MAIS UM DOS NOSSOS



Nesta terça-feira (06-05-2008), perdi o amigo-irmão, José Franklin de Paula da Silva (29/11/1955 - 06/05/2008). Fica em suspenso um ciclo afetivo de 30 anos de amizade, que começou no primeiro ano que chegamos no Acre, em 1978. Franklin era uma pessoa cativante e generosa, de um despreendimento, que beirava a irresponsabilidade. Vez por outra ele sumia e ficava sem dá notícias. Tinha umas "esquisitices"que se tornaram folclóricas e que deixava seus amigos muito chateados, entretanto, não havia como não gostar dele. Enquanto teve saúde, foi bom de copo , bom de garfo, bom de papo e um"dilacerador" de corações femeninos com seus olhos verdes arrebatadores. Franklin era um exímio cozinheiro, fazia um "camarão na Moranga" e um "filé no suco da laranja", que era de "juntar menino." Tudo que ele fazia na cozinha, eu queria "dois" (era para comer de joelhos). Compartilhamos momentos de grande felicidade ao longo desses 30 anos. Esses momentos superam e anulam,eventuais, desentendimentos que tivemos. Franklin viveu "infestado" (um ano valia dois). Acho que ele era adepto da tese do cantor e compositor Lobão : "É melhor viver 10 anos a 1000 do que 1000 anos a 10.

Franklin, viveu intensamente seus "106 anos" como disse Mauro Ribeiro (outro seu amigo) na saudação fúnebre de despedida ao amigo. Agora ele se junta ao Mário e ao Cartaxo e a sua mãe d. Marinita, nessas quebradas do além. Franklin deixa três filhos, Franklinho, Tiago "de Melo"e a "Bochecha"Thais; sua ex-esposa, Vanilce, na "viuvez"; Fátima, sua única irmã, e muitos amigos na orfandade.

Descanse em paz,amigo e irmão.



Franklin, Lula, Ero,Marcos e Bete (praia de Cajueiro- RN)



Franklin, Vanilce, Thiago e Thais

Um comentário:

Andréia disse...

Ainda não consigo acreditar que o Franklin se foi. Acho que por que só lembro dele bem, alegre, carinhoso, as vezes ranzinza, mas sempre tinha um abraço fraterno e amigo.

Tive a felicidade de conhecer pessoas espetaculares através de minha querida irmã Bete. Você, Cartaxo, Franklin e tantos outros amigos, que de verdade adoro. A sensação de perda é muito ruim... espero que tão cedo não se vá mais nenhum de vocês.

Um grande abraço e ótimo final de semana!

Andréia Oliveira